Buscar
  • ANDRE TIXA ORSINE

A importância do engajamento corporativo em ações de responsabilidade social

Há alguns anos, empresas das mais diversas áreas e portes começaram, por vontade própria ou pressão da sociedade, a prestar mais atenção ao que acontece no entorno de seus escritórios e fábricas. Essa atenção, que inicialmente era focada nas necessidades da comunidade, ampliou-se para todo o ecossistema e, nesse contexto, começaram a surgir diversos projetos sociais a fim de ampliar o compromisso das organizações com a sociedade.

Philip Kotler, referência em Marketing nos dias de hoje, explica que o Marketing centrado no ser humano tem crescido rapidamente e que organizações que não se adaptarem a esta nova realidade não serão enxergadas com bons olhos por seus consumidores. Pesquisas mostram que as empresas que possuem projetos sociais ou que estão envolvidas em ações voltadas para a comunidade são mais competitivas no mercado, pois fatores como esses são cruciais para a decisão de compra.

No início, a Responsabilidade Social era vista pelas empresas apenas como uma ação para a “imagem mercadológica”. Com o tempo, esse cenário foi mudando, e as companhias começaram a investir em ações maiores, como os projetos de sustentabilidade. Esses projetos, além de serem muito favoráveis para a imagem corporativa, são extremamente importantes para os colaboradores. É notável que profissionais que participam ativamente dessas ações obtém melhorias em sua qualidade de vida e até mesmo no ambiente de trabalho.

Ações sociais exigem dos participantes comprometimento, envolvimento e sensibilidade. Colaboradores que desempenham essas atividades e que notam a sua importância nesse cenário atingem alto nível de gratificação com o trabalho realizado. Temos diversos casos de profissionais que iniciaram trabalhos voluntários no ambiente corporativo e acabaram levando essas atividades para a vida pessoal, tamanha a gratificação obtida.

Vale lembrar: “O necessário envolvimento de toda a organização na prática da responsabilidade social gera sinergias, precisamente com os públicos dos quais ela tanto depende, que fortalecem seu desempenho global. A empresa é socialmente responsável quando vai além da obrigação de respeitar as leis, pagar impostos e observar as condições adequadas de segurança e saúde para os trabalhadores, e faz isso por acreditar que assim será uma empresa melhor e estará contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa” – Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, Ética e Qualidade nas Relações.



51 visualizações0 comentário

“Pelo que somos, pelo que queremos, pelo que sonhamos, Sou AKA, Somos do Vale!”

  • Instagram - White Circle
whatsapp-logo-icone.png